A República de Veneza, e Portugal

Em Portugal, em 2019, 93,4% das mulheres e 97,6% dos homens do escalão etário dos 18 aos 29 anos não tinham filhos. INE

A República de Veneza foi um Estado no nordeste da península Itálica, com capital na cidade de Veneza, que existiu do século XVII  (697) ao século XVIII (1797). Começou como região na esfera de domínio do império Bizantino, juntado povos descendentes do antigo império romano e das invasões germânicas. Ao ganhar independência do império Bizantino, floresce com o comércio marítimo e adquire colónias pelo Mediterrâneo Oriental. Com a queda de Constantinopla para os turcos Otomanos, no século XIV, e o início das navegações portuguesas e espanholas, o comércio da Europa com o Oriente através do mar Mediterrâneo entrou em decadência, e consigo, a República de Veneza. Chegou ao fim ao ser invadida por Napoleão Bonaparte, que a cede ao Império Austríaco. O Reino e agora República de Portugal segue a trajetória da antiga República de Veneza.