Maior Que Portugal

Uma coisa positiva em torno do futebol é que no momento em que se baixaram as bandeiras todas, as pessoas deixaram de pertencer aos partidos, aos sindicatos, às igrejas, o futebol é o último reduto de pertença identitária. Além que é também um espaço de alguma irracionalidade num contexto em que quase tudo na nossa vida se foi racionalizando excessivamente e é por isso que o futebol apaixona e é importante. [O Futebol, segundo Pedro Adão e Silva., no programa Bloco Central, rádio TSF]

Leave a Reply

Your email address will not be published.