O Império e As Províncias

Vítor Constâncio recusa-se a responder perante os deputados da Comissão de Inquérito ao Banif. O vice-governador do Banco Central Europeu justifica a opção, dizendo que a instituição com sede em Frankfurt não “presta contras” aos parlamentos nacionais. Apenas ao “Parlamento Europeu”. 

O Presidente da República desvalorizou as críticas do Conselho de Finanças Públicas. Para Marcelo Rebelo de Sousa a palavra que importa é de Bruxelas, já que “o Conselho de Finanças Públicas [que duvida das contas do Governo] é um órgão muito importante, mas verdadeiramente importante é a Comissão Europeia”.

Leave a Reply