Nova Bandeira de Portugal

O vermelho e o verde da bandeira portuguesa, apesar de propagandeados como representação do sangue daqueles que morreram defendendo a pátria e da esperança da nação respetivamente, são na verdade as cores do Partido Republicano Português, movimento responsável pela revolução republicana de 1910 e posterior adoção da nova bandeira em 1911. No entanto, essas cores representam uma mudança dramática na evolução da norma portuguesa uma vez que desde a fundação do país e das suas cerca de 20 bandeiras oficiais, a bandeira evoluiu da cruz azul sobre fundo branco de D. Afonso Henriques ao brasão de armas da monarquia liberal sobre um retângulo azul e branco. Mais, na bandeira atual apenas o escudo português no centro representa verdadeiramente a nação uma vez que o mesmo, excepto durante o reinado de D. Afonso Henriques, está presente em cada bandeira histórica de uma forma ou de outra.

Assim sendo, na minha opinião, esta deveria ser a nova bandeira de Portugal:

Bandeira de Portugal
Os cinco escudos azuis com seus cinco besantes brancos representam o escudo de armas centenário e original de Portugal. Presente em todas as bandeiras excepto na primeira, foi criado no reinado de D. Sancho I em 1185, sucessor de D. Afonso Henriques, e assumiu a sua forma atual em 1485, durante o reinado de D. João II. O fundo branco em conjugação com o azul dos escudos completa a dualidade azul e branco, cores de Portugal desde 1139, altura em que adotou a bandeira do seu fundador, D. Afonso Henriques: cruz azul sobre fundo branco.

Leave a Reply