Um Artista Português

Marinho e Pinto foi eleito membro do Parlamento Europeu em Maio. Três meses depois já tem data marcada para abandonar o cargo: dentro de um ano. O antigo bastonário da Ordem dos Advogados quer candidatar-se às eleições legislativas e abre as portas também a Belém.

“O elemento agregador da Europa não está nos ideais, nem nas políticas, mas no dinheiro. E eu não acredito numa organização construída em torno desse dinheiro“, diz. Aliás, uma das críticas que faz nas declarações à publicação é dirigida aos salários pagos aos eurodeputados, “muito acima da média salarial dos cidadãos representados”. Pensa prescindir do seu? “Eu sou pobre, preciso do dinheiro, tenho uma filha no estrangeiro“.

Leave a Reply